Blackjack Online na PokerStars.pt

Defronte o dealer no Blackjack de dinheiro real da PokerStars, disponível em várias variantes, tanto em modo de um só jogador como de multijogadores. Há jogos para todas as bolsas e pode sempre jogar gratuitamente. Consulte em baixo a lista de variantes disponíveis e comece a ganhar grandes prémios nos jogos de Blackjack da PokerStars.

Para saber mais como jogar o jogo, consulte a página das Regras de Blackjack.

Para começar a jogar Blackjack basta seguir o nosso guia simples, passo-a-passo:

  • Se ainda não o fez, faça o download do software da PokerStars e crie uma conta. Os jogadores que já pertencem à PokerStars podem saltar este primeiro passo
  • Clique no separador do Casino no lobby principal da PokerStars, e depois seleccione o separador 'Jogos de mesa' > 'Blackjack'. Os utilizadores de dispositivos móveis podem aceder ao separador do Casino através do menu 'Mais'.
  • Encontre o jogo da sua preferência
  • Clique em 'Jogar agora' (computador) ou toque simplesmente no jogo para começar a jogar (dispositivos móveis)

Os jogos de Blackjack já estão disponíveis para jogar

A PokerStars também oferece os seguintes jogos. Para mais informações, clique aqui:

A evolução do Blackjack levou a que o jogo assumisse várias formas. As principais diferenças entre cada uma das variantes são o número de baralhos utilizados no jogo e o número de vezes que um jogador pode 'abrir'.

Blackjack Clássico

A variante original de Blackjack que se joga com oito baralhos de 52 cartas. O dealer recebe uma carta hole e tem de parar num soft 17 (uma mão que tenha algum ás e cujo valor total seja sete ou 17).

Blackjack Premium

 O Blackjack premium joga-se com quatro baralhos de 52 cartas. O dealer recebe uma carta hole e tem de parar num soft 17.

Não sabe ao certo qual dos jogos é o seu preferido? Experimente-os gratuitamente nas mesas de dinheiro fictício da PokerStars!

Também pode jogar jogos de Blackjack (incluindo a versão multijogadores) e Roleta no seu dispositivo iOS ou Android, através da app PokerStars Mobile.

Se tiver alguma questão sobre os jogos de Blackjack na PokerStars, pedimos-lhe que contacte o nosso Serviço de Apoio.

Blackjack na PokerStars.pt

Valor das cartas e estratégias básicas (mãos 'hard' e 'soft')

Valor das cartas de Blackjack

No Blackjack, o valor das cartas é o mesmo que lhes atribui normalmente. As cartas de 2 a 10 têm o valor de dois a dez. O valete, a dama e o rei valem dez e o ás tem o valor de um ou onze.

Mão 'hard' – qualquer conjunto de duas cartas cujo valor total não inclua um ás. No caso de o total ser igual ou superior a 12, então se pedir mais cartas corre um grande risco de ultrapassar os 21.

Mão 'soft' – qualquer conjunto de duas cartas cujo valor total inclua um ás. Uma mão 'soft' significa que não há perigo, independentemente da carta que pedir a seguir. A mão 'soft' mais alta é um nove e um ás (que dá um total de 10 ou 20).

Probabilidades do Blackjack

As probabilidades do Blackjack são um tema que já é discutido nos jogos online provavelmente desde o seu início. É o facto de a probabilidade de um determinado resultado depender de tantas variantes que torna o Blackjack tão popular. É a natureza imprevisível do jogo que atrai tantos milhões de fãs aos casinos e aos casinos online todos os dias.

Determinar as odds de qualquer resultado ou mão num jogo de Blackjack não é algo que a maioria das pessoas consiga fazer de cabeça durante um jogo. Existem alguns cálculos mais simples que pode fazer de forma mais lógica. Por exemplo, a probabilidade de a sua primeira carta ser um ás é de 4/52, enquanto que a probabilidade de a segunda carta valer dez é de 16/51. No entanto, se desejar complicar esta equação, a probabilidade de conseguir blackjack com um ás a sair-lhe primeiro seria de (4/52)*16/51) = 64/2652 = 0.024 = 1 em 41.6.

Existem milhões de odds e equações de probabilidade no Blackjack. Quantos mais baralhos houver em jogo, mais complexas se tornam as probabilidades.

História do Blackjack

Fique a saber um pouco mais sobre o jogo de Blackjack e a história do Blackjack ao longo dos anos. Desde os pioneiros do jogo até às nuances estratégicas, está tudo aqui.

A versão mais antiga do jogo de Blackjack que incluía os seguintes elementos: baralho de cartas, jogador contra o dealer, vencedor determinado pelo valor numérico das cartas, era um jogo espanhol chamado Trente-un (31). Miguel de Cervantes, conhecido principalmente pelo seu livro Dom Quixote, escreveu sobre esse jogo no livro Rinconete & Cortadillo, publicado como uma das suas doze Novelas Exemplares em 1613. Há registos de um jogo de apostas chamado Trente-un em livros escritos logo em 1440 (embora existam vários jogos diferentes com o mesmo nome).

Existia uma variante deste jogo chamada Bone Ace em Inglaterra durante o século XVII. Na história de Cervantes e no Bone Ace descrito por Charles Cotton em The Complete Gamester (1674), um ás pode contar como um ou onze. Existia uma variante antiga do Blackjack em França chamada Quinze (15), que surgiu pela primeira vez no século XVI e se tornou muito popular em casinos franceses durante o século XIX. No século XVII, em Itália, jogava-se um jogo de cartas chamado Sette e Mezzo (7 & 1/2). O Sette mezzo tinha um baralho de 40 cartas, ao qual se retiravam os oitos, noves e dez). As cartas que sobravam correspondiam ao seu valor numérico; as cartas com figuras contavam apenas metade.

Havia também outro jogo francês chamado Trente-et-quarante (30 & 40) que se jogava no casino de Spa, na Bélgica, em 1780. Ao contrário de grande parte destes jogos antigos, o Trente-et-quarante, era financiado pela casa, o que significa que era o casino que jogava contra os jogadores, recebendo ou pagando as apostas feitas pelos jogadores. Este jogo foi também a primeira versão a oferecer uma aposta de seguro.

As regras do Blackjack moderno aglomeraram-se no jogo francês Vingt-un (ou Vingt-et-un “21”) em meados do século XVIII. Alguns dos entusiastas que promoveram este jogo em França em finais do século XVIII e inícios do século XIX incluíram a Madame Du Barry e Napoleão Bonaparte.

Eventualmente, na América do século XIX, os casinos adoptaram duas regras que tornaram o jogo mais favorável aos jogadores: permitir que os jogadores vissem uma das cartas do dealer e a obrigatoriedade de o dealer pedir mãos de 16 e menos, e parar num 17 e acima. No início do século XX, o jogo passou a ser mais conhecido como Blackjack, devido a uma promoção (que foi tentada durante um breve período de tempo, mas há muito que foi abandonada) que pagava um bónus se o jogador conseguisse chegar aos 21 com um ás de espadas e um valete negro (em inglês, 'black jack', ou seja, um valete de paus ou de espadas).

Após a conhecida investigação académica realizada por Dr. Thorp e por outros jogadores e analistas posteriores, o Blackjack tornou-se o jogo de mesa mais popular nos casinos. Apesar de os casinos terem beneficiado do desenvolvimento de estratégias básicas, no geral não encorajaram a sua prática. Apesar de várias sentenças em tribunais terem confirmado que a contagem de cartas não é uma forma de fazer batota, os casinos na maioria das jurisdições do mundo têm o direito de impedir a entrada de jogadores seja por que motivo for. Os casinos individuais também alteraram as regras do Blackjack (que, por vezes, mudam de mesa para mesa): números de baralhos diferentes, penetração de baralhos, a casa pedir ou para num soft 17, limites para abrir ou desdobrar ou não oferecer a opção de desistir.

Livros como The Big Player de Ken Uston (1977) e Bringing Down the House de Ben Mezrich (2002) falam das fortunas ganhas (e, por vezes, perdidas) por equipas de contagem de cartas em Blackjack. O livro de Mezrich foi adaptado para o cinema, no filme 21: A Última Cartada.